Segunda-Feira, 23 de Maio de 2022
2 de maio e a luta do Sindema no combate ao assédio moral; acolhimento psicológico é retomado de forma presencial

O dia 2 de maio é a data em que se celebra o Dia Nacional de Combate ao Assédio Moral no Trabalho. E o Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema tem lutado para combater esta prática em todos os locais de trabalho da Prefeitura Municipal.

Desde o fim do mês de março, o sindicato voltou a oferecer acolhimento psicológico para funcionárias e funcionários públicos sindicalizados em situação de assédio moral. Esta iniciativa é uma parceria com alunos do curso de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo que são estagiários no sindicato.

Kátia Cheli, secretária de Política e Diretos Sociais do Sindema afirma que “é importante ter um espaço de escuta psicológica especializada onde a trabalhadora e a trabalhador pode se sentir seguro para cuidar da saúde mental”.

“O combate ao assédio moral é pauta permanente do Sindema. Não toleramos nenhum tipo de situação de humilhação, constrangimento, preconceito ou violência relacionado ao trabalho”, declarou.

Andréia Garbin, psicóloga e responsável pelo curso de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, comenta que “oferecer apoio e acolhimento para aqueles que sofreram assédio moral representa uma forma de cuidado e atenção ao sofrimento decorrente dessa experiência”.

“Essa proposta se vincula às estratégias de humanização relacionadas aos servidores e pode reverberar na gestão. No entanto, ações preventivas e oportunas possibilitam a intervenção que inibe ou até impede a ocorrência ou mesmo o agravamento das situações de assédio moral no ambiente de trabalho, disse.

Em sua opinião, é fundamental “fortalecer as políticas de defesa da saúde das trabalhadoras e dos trabalhadores e do trabalho digno, decente, para produzir mudanças no cotidiano e na gestão, repercutindo amplamente no aspecto social de modo a inibir o assédio moral do trabalho”.

Se você está passando por uma situação de assédio no ambiente de trabalho, procure o Sindema. O serviço de acolhimento psicológico é feito de forma presencial e é necessário agendamento. Ligue para (11) 4053-2930.

Sindema produz e distribui cartilha com informações de combate ao assédio moral
Em novembro de 2021, o Sindema produziu e distribuiu em todos os equipamentos da PMD uma cartilha com informações de combate ao assédio moral. O objetivo era de promover o debate e identificar possíveis casos de assédio moral nos ambientes de trabalho. O material foi feito em parceria com alunos do curso de PUC-SP que eram estagiários no sindicato, à época.

“A cartilha é uma ferramenta que faz parte da campanha permanente de combate ao assédio moral promovida pela Sindema. Ela pretende esclarecer dúvidas sobre assédio moral, com perguntas e respostas objetivas, para conscientizar os servidores sobre esta forma de violência institucional trazendo os tipos de assédio, seus efeitos alguns exemplos de situações e orientações sobre o que fazer e como intervir”, falou Kátia.

A diretora do sindicato explica que “a cartilha tem o objetivo de diminuir os casos de violência no ambiente de trabalho e prevenir o adoecimento dos trabalhadores”. Em sua opinião, “a parceria com a PUC-SP demonstra o compromisso do Sindema na luta permanente contra as práticas abusivas e de violência no ambiente de trabalho”.

A cartilha com informações de combate ao assédio do Sindema reforça o compromisso institucional de valorizar as relações éticas no trabalho e intervir nas situações que causam adoecimentos. O material resulta das conversas e pesquisas com alunos do curso de Psicologia da PUC-SP durante o primeiro semestre de 2021.

O documento apresenta conceitos e informações sobre o assédio moral no trabalho e se sustenta no conceito de trabalho decente, presente na agenda da Organização Internacional do Trabalho, visando promover o respeito aos direitos no trabalho e a eliminação de todas as formas de discriminação em matéria de emprego e ocupação, bem como a ampliação da proteção social.

Esta iniciativa faz parte de uma campanha permanente do Sindema contra o assédio moral dentro da Prefeitura de Diadema. Para acessar o conteúdo completo da cartilha, clique aqui.


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos