Quinta-Feira, 29 de Setembro de 2022
Servidores de São Bernardo do Campo se solidarizam com trabalhadores da Prefeitura de Diadema e se somam à luta pela revogação do decreto 8174, que ataca o funcionalismo diademense

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de São Bernardo do Campo (SindServ SBC) publicou documento na manhã desta quarta-feira (14) demonstrando solidariedade e apoio ao funcionalismo público de Diadema na luta pela revogação do decreto nº 8174.

Confira abaixo a íntegra do documento:

Moção de apoio às servidoras e servidores públicos de Diadema

Os trabalhadores e trabalhadoras do município de São Bernardo do Campo, representados pelo SindServ SBC (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de São Bernardo do Campo), vêm a público manifestar total solidariedade aos servidores públicos do município de Diadema nas suas diversas manifestações e na paralisação que ocorrerá no dia 15 de setembro.

Consideramos o decreto municipal nº 8174/2022 uma afronta ao direito fundamental dos servidores de cuidar de sua saúde. O decreto restringe ou inviabiliza consultas médicas e tratamentos fisioterápico, fonoaudiológico e psicológico, fazendo com que o funcionalismo trabalhe doente, além de impedir o acompanhamento, por parte dos servidores, de pais idosos e filhos em tratamentos de saúde.

O decreto 8174 torna-se ainda mais inadmissível neste momento de pandemia e por ser incoerente com o governo que se coloca como democrático e popular.

Desta forma, o SindServ SBC apoia e estará na luta com os servidores municipais de Diadema para que se revogue o decreto 8174.

Vamos juntos denunciar a retirada de direitos da classe trabalhadora.

Juntos somos mais fortes! Só a luta coletiva muda a vida!

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de São Bernardo do Campo


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos