Terca-Feira, 05 de Julho de 2022
Orientações sobre a paralisação

A direção do Sindema produziu um material para tirar dúvidas das servidoras e servidores públicos municipais de Diadema. A paralisação desta quinta-feira, dia 19 de maio, é geral e cada uma e cada um deve fazer a sua parte para que o coletivo forte alcance os objetivos de toda categoria! Pela reposição da inflação e contra o arrocho salarial! Vem pra luta! Juntos somos fortes!

FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DE DIADEMA | 19 DE MAIO, DIA DEPARALISAÇÃO
PELA REPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO E CONTRA O ARROCHO SALARIAL!
VEM PRA LUTA! JUNTOS/AS SOMOS FORTES!

8h Concentração no SINDEMA
14h Ato na Câmara Municipal

ORIENTAÇÕES SOBRE A PARALISAÇÃO
A PARALISAÇÃO é geral e cada um/a deve fazer a sua parte para que o coletivo forte alcance os objetivos da categoria!

O direito de paralisação, de protesto, de greve é previsto na Constituição Federal. Não aceite nenhuma intimidação.

A PARALISAÇÃO foi defi nida coletivamente em Assembleia da categoria e nenhum funcionário deve assinar “listas” declarando individualmente se vai parar ou não. Esta é uma prática de intimidação e coação que confi gura assédio moral coletivo.

O aviso de PARALISAÇÃO à Prefeitura é obrigação legal do Sindicato e não dos/ as trabalhadores/as de forma individual. O SINDEMA já comunicou a Prefeitura sobre a decisão da categoria de paralisar no dia 19 de maio de 2022. 

PARALISAÇÃO não é falta, portanto não existe a possibilidade de ser considerada falta injustifi cada. No caso das chefi as ameaçarem apontar falta injustifi cada, informe cordialmente sobre o direito de greve. 

Os/as funcionários/as em estágio probatório tem os mesmos direitos dos efetivos, a avaliação de aptidão para o cargo é individual e não existe a possibilidade de demissão ou punição por adesão à PARALISAÇÃO.

A população está sendo comunicada da PARALISAÇÃO pelo Sindicato através de informativo veiculado no Diário Regional no dia 14 de maio de 2022, por meio de carro de som nos bairros, faixas e de folheto informativo. 

Ajude a divulgar a nossa LUTA, conversando com os usuários, pais, alunos explicando as razões da PARALISAÇÃO.

São serviços essenciais na Saúde aqueles que atendem 24 Horas, na Defesa Social e no serviço funerário. Exclusivamente nestes serviços é preciso atender à Lei 7.783/89 e manter um funcionamento mínimo rodiziado. Para todos os demais setores a PARALISAÇÃO deve ser de 100%.

Procure informações e esclarecimentos somente no Sindicato (no site www.sindema.org.br nas redes sociais https://www.facebook.com/sindema.org, nossos boletins, por e-mail secretariageral.sindema@gmail.com, no telefone 11 4053-2930 ou via WhatsApp: 11 99349-3730).

Nestes momentos interessa às pessoas que querem desestabilizar nosso movimento soltar boatarias, mentiras e ameaças. Busque as informações com o Sindicato.


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos