Terca-Feira, 05 de Julho de 2022
A partir da próxima quarta-feira, 25 de maio, é greve!

Paralisação do dia 19 de maio demonstrou que a categoria está pronta pra luta! As servidoras e os servidores deram o recado no dia 19 de maio: vão continuar na luta com muita garra e disposição!
 
As trabalhadoras e trabalhadores da Prefeitura de Diadema ocuparam as ruas do centro da cidade na manhã desta quinta-feira, dia 19 de maio, em uma grande paralisação pela reposição da inflação e contra o arrocho salarial.

O ato com centenas de servidoras e servidores públicos municipais saiu da sede do Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema, percorreu a avenida Antônio Piranga até o Quarteirão da Saúde e depois subiu até o Paço Municipal de Diadema.

À tarde, o conjunto do funcionalismo público de Diadema ocupou a Câmara Municipal para pedir apoio da vereadora e dos vereadores no sentido de dialogar para que o governo apresentasse uma proposta de reposição da inflação que atendesse as reivindicações da categoria.

Frente à urgência da situação, as trabalhadoras e os trabalhadores mobilizados na Câmara Municipal reivindicaram a imediata retomada da negociação sobre reposição salarial. O governo, no entanto, sem sinalizar disposição em atender à reivindicação dos servidores e reabrir a discussão sobre a reposição da inflação, propôs nova reunião só para o dia 31 de maio.

A prefeitura mais uma vez não fez proposta para reposição das perdas salariais
Em assembleia realizada na Câmara Municipal no dia 19 de maio, a categoria rejeitou a proposta da Prefeitura de reunião da Mesa de Negociação Permanente só no dia 31 de maio. Agora é greve a partir de 25 de maio!

A Inflação só durante o governo Filippi (2021-2022) é de 17,69% (inflação de março 2020 até fevereiro de 2021 foi de 6,22%) e inflação de março 2021 até fevereiro de 2022 foi de 10,8%.

O Acordo da Campanha Salarial 2021, ao contrário do que tem anunciado a Administração Municipal, repôs apenas parte dessa inflação para o conjunto da categoria e as perdas salariais até março/2022 chegam a 8%.

A reposição da inflação é direito previsto na Constituição Federal e na Lei Orgânica de Diadema e os servidores não podem abrir mão, ainda mais em um cenário de inflação alta.

Pela reposição da inflação e contra o arrocho salarial! É greve! Só quem luta, conquista! A hora é agora! Juntos somos fortes!


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos