Quarta-Feira, 24 de Julho de 2024
Nota de solidariedade às professoras e professores de Osasco

O Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema manifesta total solidariedade a todas e todos os professores da rede municipal de ensino de Osasco, na região metropolitana de São Paulo, que estão na luta em defesa de seus direitos.

Nesta quarta-feira (15), um grupo de professores independentes se reuniu para protestar contra o sequestro do pagamento do Difícil Acesso, que é uma ajuda de custo para quem dá aula em regiões distantes do centro da cidade, e depois de muita luta foi reconhecido pela Justiça com ganho de causa aos profissionais de Educação.

A manifestação desta quarta se deu depois de muitas idas e vindas, onde o Sindicato dos Trabalhadores em Serviços Públicos dos Municípios de Osasco e Cotia (Sintrasp) sinalizou que os valores a serem pagos virariam precatórios.

Indignada, a categoria decidiu, de maneira autônoma, protestar contra o prefeito Rogério Lins (Podemos). Foi então que o secretário da Administração, Cláudio Monteiro, quebrou uma placa e agrediu uma professora que exercia seu direito de expressão.

O Sindema repudia esta agressão cometida por Cláudio Monteiro e exige que os direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores da rede municipal de ensino de Osasco sejam respeitados. Não existe serviço público sem que haja servidoras e servidores.

Estamos juntos na luta!


Imprimir   Enviar para um amigo

Comentários

*Nome:
*Email:

*Comentário:

Seja o primeiro a comentar!

Vídeos